loader

Ver. Chico Colono (MDB)

Ver. Chico Colono (MDB)

Francisco Alexandre Morfan, natural de Sanga Dias, do Município de Tiradentes do Sul, RS. Nascido no dia 23/09/1971, Filho de Bernardo Miguel Morfan e Mãe Cenira Morfan, com dez irmãos legitimos e mais duas irmãs por parte de pai e mais dois irmãos criados pelos  pais que são Adotivos. Criado na Agricultura,  seu Pai sofreu um acidente, e como era um dos irmãos mais velhos, assumiu a lavoura, arando as terras a boi e fazendo o serviço braçal e ajudando a sua mãe a criar os  irmãos  pequenos. Em 1981 após uma enchente muito grande perdemos toda a produção da lavoura, tendo com isso a necessidade de vender todo gado leiteiro, bois de canga e suínos para poderem pagar dívidas da família. 
          Passando por dificuldades ainda na adolescência, Chico Colono encontrou o MST, com uma perspectiva de conquistar a terra para sua família. O Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra  o acolheu. Neste mesmo período foi servir ao Exército Brasileiro em Alegrete, no 12º Batalhão de Combate de Engenharia. Após cumprir sua missão, retornou ao MST, para o acampamento de Pinheirinhos, em Cruz Alta. Lá passou por muitas dificuldades, como fome, a perda de crianças, por falta de assistência médica das autoridades, que se negavam a prestar socorro às famílias. Essas dificuldades fizeram com que os militantes do movimento se manifestassem como a ocupação da Fazenda São Pedro, onde perderam companheiros que lutavam  por uma vida justa e o direito à terra.
          Esta ocupação desencadeou vários fatores de negociação, os militantes fizeram uma marcha de Bagé a Porto Alegre e outra de Palmeira das Missões a Porto Alegre. O encontro dessas marchas era na Praça da Matriz, com grandes manifestações do movimento. Em 1992 o governador Alceu Collares e os Deputados da Assembléia Legislativa, aprovaram um projeto de Lei que determinava a liberação de varias áreas de terra pertencentes ao estado do RS e o repasse das terras aos Trabalhadores Rurais do MST. Chico Colono foi contemplado com terras em Eldorado do Sul juntamente com 80 famílias que fundaram o Assentamento do IRGA. A vida do Vereador Chico Colono começava ali. Através do seu trabalho e empenho pela justiça aos cidadãos. Hoje, casado com Jeneci Picoloto há 15 anos e pai de quatro filhos: Ana Paula, Vanessa, Junior e Jackson. 
           Entrando na política em 2004, concorrendo pelo PSB Partido Socialista Brasileiro, fazendo 274 votos ficando como suplente de vereador, exercendo por duas vezes o Legislativo onde trocou de partido em 2008. Perdeu a cadeira de suplente por infidelidade partidária. Se filiou no PMDB e concorri no pleito de 2008 no qual fui eleito a Vereador com o apoio do nosso povo Eldoradense com 520 votos e fui o 2º mais votado do partido e o 5º mais votado dos Vereadores e eleito pelo nosso Município com o numero 15413.
          Hoje atuando como Vereador, visa sempre à qualificação profissional na oportunidade de geração de emprego e renda aos nossos cidadãos de Eldorado do Sul, com uma educação eficaz a todas as nossas crianças e visando a cultura do nosso Município buscando alternativas eficazes nos programas sociais apoiando uma Agricultura forte no campo e se possível com investimento maciço para os Agricultores. 
           Pensando sempre em Eldorado do Sul como um Município forte, administrado com transparência, mostrando ao seu povo onde é investido o seu dinheiro. Certamente, o povo hoje vê os investimentos acontecendo em grande escala em Eldorado do Sul e o vereador CHICO COLONO faz parte destes investimentos que acontecem cada vez mais.